segunda-feira, 28 de julho de 2014

O oficio de contar histórias

Uma pequena história, na narrativa de um bom contador, é capaz de acompanhar e orientar um sentimento, contribuir decisivamente para uma formação ética e humanista.
O  oficio de contar histórias é um brinquedo mágico,misterioso e infinito.O contador de histórias desenha um caminho que vai dar no coração de quem escuta.

Cristiano Mota Mendes do livro Contadores de Histórias-um exercício para muitas vozes
 Com Minho San Liver e Estevão Colares-Grupo Hannah

                                        Grupo Hannah-História e arte

sábado, 19 de julho de 2014

Contadores de histórias

Os contos são oferecidos como acalantos,como uma possibilidade de embalar sonhos reais,que estavam perdidos ou desacreditados.eles carregam o cheiro da esperança um dia vivida,sobretudo da esperança de se viver um final feliz em seu próprio conto real,em sua história de vida.
Kika Freyre do livro "Contadores de histórias"
 Grupo Hannah projeto "Brincando na Praça".


Grupo Hannah no Projeto Mais Cultura nas Escolas

Grupo Hannah no Projeto Mais Cultura nas Escolas,parceria com o ministério da Cultura (MINC)
e o Ministério da Educação (MEC)
Escola Municipal Lourival Baptista (Boquim-Se)



segunda-feira, 14 de julho de 2014

Era uma vez,era uma outra vez,era sempre uma vez

Costumo dizer como se fosse um lema do meu trabalho artístico enquanto criadora musical e contadora de histórias para crianças, que o ato de ler e escrever histórias é fazer um bem;ouvi-las  e contá-las também.Assim como repito sempre: Era uma vez,era uma outra vez,era sempre uma vez.Ou quando canto: É bom cantar,é bom ouvir,é bom pensar,é bom sentir,procuro demonstrar o quão perto habitam a palavra que se canta e a palavra que se fala,pois elas desvelam sentidos múltiplos para cada pessoa que as  recebe.
Bia Bedran
Livro: Contadores de Histórias:um exercício para muitas vozes
              Livraria Escariz com o musico,cantor e contador de historias: Minho San Liver

                     Estevão Colares com a História " A lenda da carambola".

quinta-feira, 10 de julho de 2014

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Liberar a criatividade

Contar histórias é uma arte! Ser criativo é ter capacidade de olhar para a mesma coisa que todos estão vendo e enxergar nela um aspecto diferente. A iniciativa é um dos fatores fundamentais para o processo criativo. Ao ler uma história, permita-se imaginar, vivenciar aquela situação ou fantasia. Nesse momento explore idéias que poderão fazer  seu publico ouvinte visualizar aquilo que mais encantou você dentro desse  universo imaginário.Lembre-se arte tem cores, movimentos,sons e expressões.
Fonte: Dinâmicas para contar histórias de Rogério Bellini


 Grupo Hannah com Minho San Liver e Fátima Colares

Grupo Hannah com Zezinho Colares e Naides Santana