segunda-feira, 20 de junho de 2011

A arte de contar histórias no ambiente hospitalar

A arte de contar histórias sendo uma arte milenar, fazendo parte da natureza humana, surge no contexto hospitalar como alimento para alma, possibilitando que a criança ative suas capacidades promovendo equilíbrio na construção de novos conhecimentos, ativando o imaginário para despertar emoções positivas que ajudarão a superar a dor.




Geralmente os contos são utilizados como recurso pedagógico para incentivar o gosto pela leitura, mas é importante ressaltar que eles tem o papel fundamental de suscitar o imaginário, transmitir alegria e mensagens reflexivas.
Para Matos e Sorsy a função do conto é estabelecer e espalhar emoções,bater o coração criando empatia para quem o recebe.
A arte de contar historia servirá como catarse, aliviando as tensões, o medo e a dor que envolve o ambiente hospitalar considerado como lugar de sofrimento, associado muita das vezes a morte.
No período de 2005 a 2008 fui voluntária no HUSE (Hospital João Alves) atuando juntamente com o grupo Prosarte, sendo testemunha da esperança que investe essa arte. Nos meados de 2010 retornei ao trabalho voluntário no Prosarte e posso relatar que o efeito dessa arte em beneficio da alegria das crianças no setor oncológico nos deixa com a alma renovada e fortalecida.


GISLANE,Avelar Matos e Inno Sorsy.O oficio do contador de histórias.- 2ª Ed. São Paulo: Martins Fontes,2007.

Nenhum comentário:

Postar um comentário