segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Ditos populares

Sábado (22 /02) meu pai estava com a mente confusa e a noite por mais de quatro horas queria calçar o sapato para viajar para a sua terra, o Retiro, povoado de Lagarto onde passou a infância.
Quando cansou de gritar,lá para duas horas da madrugada,ele disse:
- Filha ruim,não tem nem coragem de calçar o sapato do pai. Mas Deus é justo e dor de barriga não dá uma vez só.
Perguntei:
 - Está me jogando praga meu pai?
Ele responde:
- Eu não, só estou falando um ditado popular.
- Que máximo meu pai, também adoro os ditos, veja se conhece esses:
“Aqui se faz,aqui se paga”, “Deus dá a cada um conforme seus feitos” e esse outro “ Cada um colhe o que planta.”
Meu pai argumenta:
- Está me jogando indireta?
- Eu não ,meu pai, imagina. Só estou ensinando-lhe novos ditados, sempre é bom aprender coisas novas.
Só assim meu pai ficou quieto por uns trinta minutos,  e eu descansei um pouco...


Nenhum comentário:

Postar um comentário